sábado, 13 de junho de 2009

Sei Bem... FINAL


Tenho mil oportunidades para errar, para tentar acertar, para aprender e viver, mas não posso me dar ao luxo de erra dessa vez, não com essa pessoa! Sempre fomos muito amigos, e é exatamente por isso que tenho medo, é exatamente disso que tenho medo. Não queria que por causa de algo descoberto agora, nossa amizade se enfraquecesse, ou até mesmo acabasse. Uma coisa desse tipo não iria deixar impune nem à nossa amizade caso você não tentasse, nem ao menos, me compreender. Sei que é estranho, mas antes de qualquer coisa, tenta, pelo menos, escutar:

Sei bem que foi você um dos que me estendeu a mão quando estava isolada naquele planeta novo;

Sei bem que foi em você que confiei para confessar e desabafar coisas que não ouso com outros;
Sei bem que tem coisas que se entende, mas não se pode retribuir;
Sei bem que assim como há felicidade, há tristeza, que prefiro a verdade dura e pura à mentira bem camuflada, mas seja delicado, não faça expressões e trejeitos que me levem a crer que você irá me julgar de forma errada;
Sei bem que pode ser precipitação, engano de um coração, e até mesmo confusão, mas não faça pré-conceitos.

Até porque, coisas desse tipo sempre acontecem, não é verdade? E ainda podemos ser amigos depois disso, não podemos? Até porque, mesmo que seja eu a garota cheia de devaneios e sonhos surreais, posso apostar que você já teve também os seus momentos de utopia, e... A gente, cedo ou tarde, tem que ficar sabendo de algumas coisas que a vida não nos mostrou antes, não é mesmo? Porque amar alguém não é algo que está nos limites das escolhas humanas, está? E, amor não é algo que se pode escolher, é?

13 comentários:

RayanneCosta disse...

Adorei, o amor realmente é algo que não se pode escolher. Não podemos definir a quem amar. E sempre que amamos, algo ou alguém, estamos sujeitos aos pre-conceitos de alguem, aos julgamentos erronios. Mas fazer o que se não podemos nos esconder do amor. Bem que eu queria, rs.
obg por passar lá e pelo comentário, espero que você passe mais vezes ;D :*

Cadinho RoCo disse...

Só conseguimos chegar ao amor pela liberdade que nos permite amplo acesso às nossas escolhas.
Cadinho RoCo

Thaís A. disse...

Lindo, lindo. Realmente, amor, agente não escolhe, mas no fim, sempre dá certo!

Hadassah disse...

Eu gostei.
Não foi um final tão incrivél feito o outro, mas mesmo assim foi lindo!
O amor chega quando a gente menos espera e com a pessoa que a gente nem podia imaginar.
MAs mesmo assim sempre é bom amar e ser amado. porque o amor é uma das coisas mais lindas do mundo!
bjs

Tha ! disse...

ADOREII ! juh(posso te chamar assim, se naum poder pode falar tah?)
vc me surpreende com seus poemas , mais dessa vez quase chorei com o seu texto ! acho que foi pq já tive uma escolha a fazer dese tipo , e fiz a errada .
Então se quer um conselho amiga , pense antes de fazer qualquer coisa , mais naum pense muito , me entendeu? hahahahahah

bjoos queriida !

Bill Falcão disse...

Muito bom, Ju! Se a gente não pensa muito, pode fazer besteira... Se pensa demais, também pode...
Escolhendo, podemos acertar, ou não.
Seja como for, acabamos refletindo sobre a vida que nos cerca. Mesmo que as melhores coisas costumem acontecer quando não pensamos, não procuramos, nem quando, aparentemente, queremos algo.
Bjooooooooooo!!!!!!!!!!!

Lara disse...

Nooooooooossa!
Se apaixonou pelo menino amiga.
Essas coisas são tão difídeis...
Bom, se isso for de verdade, boa sorte.
Lindo texto de qualquer forma.
beijoos

Dica disse...

Apaixonada por um amigo, July? :)
Não é culpa sua, não é dele. Culpa dos dois. Se bem que não é culpa. É lindo amar, ser amada. Não tem prq se controlar ou temer.
CErto que amar amigos pode desmoronar a amizade qdo o romance acaba. Mas, cabe a vocês contornar a situação.

Lindo texto!

Rafael disse...

É, não se pode esolher mesmo...
Bjs

Dica disse...

Selo pra você no meu canto.


Beijo!

Bill Falcão disse...

Sumiu por que?
Bjooooooo!!!!

Flour Trevor disse...

nossa, amei o blog e é, sou nova por aqui :) espero que visite o meu depois, beijos.

DiRenan disse...

July, eu tô na mesma situação =(
E quem me dera se a guria pensasse igual a ti...
Desejo-te sorte, assim como espero que eu também a tenha.
P.S: O pessoal parou de bloguear, mas ainda bem que pelo menos tu continuou. Espero que todos voltem a ativa.
Bjo, e vou botando a leitura em dia por aqui com o tempo.